HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

16/07/2018

A Infecção do Trato Urinário (ou infecção urinária, como é conhecida) é definida pela presença  e crescimento bacteriano no sistema urinário, ocasionando sintomas no paciente.1 A infecção pode ser nomeada de acordo com a sua localização, como por exemplo:  na uretra (uretrite),  na bexiga (cistite), e nos rins (pielonefrite).1,2

A  infecção ocorre quando bactérias são trazidas de outro local para o interior do trato urinário. Isto acontece principalmente quando há o contato da região genital com as bactérias presentes no intestino e nas fezes, explicando a maior incidência deste tipo de infecção em mulheres, onde a uretra mais curta e o ânus relativamente próximo facilitam esse quadro.²
Existe também a possibilidade de infecção por procedimentos de cateterismo vesical (uso de sonda através da uretra até a bexiga), relação sexual, e até mesmo  através  da disseminação  sanguínea (bactérias que chegam via circulação do sangue).2

 

Sintomas e diagnóstico da infecção do trato urinário

Os sintomas relacionados a infecção urinária podem variar  de acordo com  diferentes fatores, entre eles:  a localização da infecção e a idade do paciente envolvido. De uma maneira geral, são mais comum os seguintes sintomas: disúria (dificuldade e ardor para urinar), polaciúria (urinar muitas vezes ao dia em pouca quantidade), nictúria (volume aumentado de urina durante a noite), estrangúria (dor ao urinar) e dor na região da bexiga. A urina pode ficar com aspecto diferente do comum, podendo ficar turva ou até mesmo avermelhada pela presença de sangue.2

Quando o paciente apresenta infecção dos rins (pielonefrite) os sintomas geralmente são: febre, calafrios e dor na região lombar, podendo inclusive comprometer a região abdominal.2,3

O diagnóstico é feito através da avaliação médica dos sintomas  sugestivos  e também através de testes complementares. Costuma-se fazer o exame de urina simples, verificando a presença aumentada principalmente de leucócitos (leucocitúria). O diagnóstico de certeza é feito a partir do resultado da urocultura, que permite a certeza  sobre qual  bactéria está causando a infecção.2,3

 

Cuidados e tratamento das ITUs

Além das medidas gerais, como analgesia e hidratação vigorosa, o tratamento da infecção urinária é normalmente feito com o uso de antibióticos.3 A identificação de qual bactéria é responsável pela infecção pode ser importante para o sucesso da terapia, e o uso criterioso  dos antibióticos é uma estratégia fundamental, pois visa diminuir o risco de surgimento da resistência bacteriana.4

Com as devidas informações sobre  o quadro clínico e o agente infeccioso envolvido, o médico é capaz de definir o medicamento mais adequado, bem como a dose e o tempo necessário para resolução do quadro. É também de suma importância que o paciente siga rigorosamente a prescrição médica e tire qualquer dúvida relacionada ao tratamento.

Siga sempre sua receita e lembre-se que o médico está presente para te ajudar.

  1. CORREIA, C. et al. Etiologia das Infeccções do Tracto Urinário e sua Susceptibilidade aos Antimicrobianos. Acta Med Port, 20: 543-49, 2007.
  2. LOPES, HV. et al. Diagnóstico das Infecções do Trato Urinário. Revista da Associação Médica Brasileira, 51(6): 306-8, 2005.
  3. NISHIURA, JL. et al. Como Diagnosticar e tratar Infecção Urinária. Revista Brasileira de Medicina, 66(12): 5-12, 2009.
  4. Antimicrobial Resistance, 2016. Disponível em: <http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs194/en/>. Acesso em: nov. 2016

 

BR/PP/0012/16

ANTERIOR
RINOSSINUSITE BACTERIANA
PRÓXIMO
OTITE MÉDIA AGUDA RECORRENTE/PERSISTENTE
COMPARTILHE