HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

01/07/2020

 

A asma é uma doença respiratória crônica, na qual os brôquios sofrem uma inflamação, dificultando a passagem do ar.1-3


Essa doença pode ser gerada através de fatores genéticos, ou seja, ser herdada pelos pais, ou então adquirida ao entrar em contato constante com os alérgenos. Mudança climática, exercícios físicos intensos, infecções virais e a exposição à poeira, ácaros e fungos são os responsáveis por desenvolver ou agravar a asma.1,2

 

Como identificar uma crise de asma?

É possível identificar a crise de asma através da presença e aumento repentino dos sintomas:1,2


Tosse seca, chiado no peito, dificuldade para respirar e respiração rápida e curta, causando a sensação de desconforto no peito.

 

 

A asma tem cura?


Não existe cura para a asma, porém, o tratamento adequado pode garantir uma melhor qualidade de vida dos pacientes ao amenizar os sintomas e evitar a recorrência das crises, podendo até mesmo fazer com que cessem.1

Conheça os tratamentos da asma 

Existem dois tipos de tratamento para a asma: medicamentoso e não medicamentoso. Somente um médico poderá indicar qual deve ser seguido para o seu caso de acordo com seu diagnóstico e histórico da doença.1

Não medicamentoso: como o nome já indica, é o tratamento que não utiliza medicamentos, sendo feito em casos de asma menos grave. Desta forma, são necessárias algumas mudanças na rotina do paciente para diminuir a exposição a alérgenos que possam desencadear as crises. Durante as consultas com o médico, são feitas as orientações de autocuidado necessárias para identificar e tratar os sintomas o mais cedo possível, evitando o agravamento da doença.1

Medicamentoso: utilizado em casos de asma persistente, quando o tratamento não medicamentoso não consegue conter as crises. Neste caso, é preciso que sejam utilizados anti-inflamatórios em forma de
corticosteroides inalatórios, ou seja, medicamentoss inaláveis. Esta medicação provoca a dilatação dos brônquios, tubos responsáveis por levar ar aos pulmões, causando o alívio dos sintomas. O médico define as dosagens necessárias para cada caso, visando o uso das menores doses necessárias a fim de obter o controle da doença, e assim reduzindo o potencial de efeitos adversos e os custos.1

 

Prevenção é o segredo para controlar a asma


É possível conter as crises e evitar que elas aconteçam ao tomar algumas medidas no cotidiano. Como a asma é uma doença respiratória, é essencial que os gatilhos sejam evitados completamente. Para isso, é preciso manter os ambientes sempre limpos e arejados, usando produtos de limpeza sem cheiro e mantendo distância de fumantes.1

Manter o corpo saudável também ajuda a impedir uma crise de asma ao aumentar e melhorar a resistência do organismo. A prática regular de exercícios físicos leves, uma boa alimentação e beber bastante água evitam o agravamento da doença e até mesmo seu retorno.1

 

NP-BR-RS-WCNT-200003 - MAIO 2020

  1. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Asma: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: . Acesso em: 05 de Maio de 2020.
  2. HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS. Asma - Pulmão e Tórax. Disponível em: . Acesso em: 05 de Maio de 2020.
  3. SOCIEDADE DE PEDRIATRIA DE SÃO PAULO. Asma ou Bronquite? Qual diagnóstico do meu filho?. Disponível em: u_filho/>. Acesso em: 29 de Maio de 2020.
ANTERIOR
HPB e a importância da adesão ao tratamento
PRÓXIMO
Rinite Alérgica: Porque tratá-la?
COMPARTILHE