HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

23/08/2021

Os antibióticos são compostos naturais ou sintéticos responsáveis pelo tratamento das doenças causadas por fungos ou bactérias. Esses medicamentos agem inibindo o crescimento ou causando a morte dos microorganismos causadores das doenças. 1

Com o uso inadequado dos antibióticos, sem seguir as orientações dos médicos, alguns microorganismos podem se tornar mais resistentes, desenvolvendo as superbactérias. Assim, é importante que cada pessoa siga as recomendações dadas pelos médicos para que o efeito do antibiótico seja eficaz e não comprometa a saúde. 2

Além disso, os antibióticos estão entre os medicamentos mais indicados pelos médicos e presentes no dia a dia de muitos pacientes. Por isso, diversas dúvidas surgiram ao longo do tempo quanto ao seu uso, efeitos e indicações.

Principais mitos e verdades a respeito dos antibióticos

  1. Os antibióticos enfraquecem os dentes?

Mito

Os antibióticos não enfraquecem os dentes. Antigamente, usava-se com frequência uma classe de antibióticos que poderia manchar os dentes, mas atualmente são menos recomendados. Os antibióticos também não causam diretamente as cáries, mas alguns xaropes possuem uma quantidade de açúcar elevada. Portanto, o uso desse medicamento sem uma higiene bucal adequada pode favorecer o surgimento de cáries. 3

  1. Os antibióticos cortam os efeitos do anticoncepcional?

Verdade

A Rifampicina e a Rifabutina são os únicos antibióticos que interferem na ação do anticoncepcional. Eles aumentam a velocidade de metabolização dos contraceptivos e, assim, reduzem a quantidade destes hormônios na corrente sanguínea, comprometendo o seu efeito. 4

Embora esses dois antibióticos sejam os únicos que alteram a eficácia dos anticoncepcionais, existem outros medicamentos que podem alterar a flora intestinal, comprometendo a absorção dos anticoncepcionais e, consequentemente, alterando seu efeito. 4

  1. O antibiótico pode atrasar a menstruação?

Mito

O antibiótico sozinho não altera o ciclo menstrual. O que ocorre é que algumas infecções aumentam o estresse e os fatores inflamatórios, afetando os hormônios responsáveis pela menstruação. 5

  1. Bebida alcoólica corta o efeito dos antibióticos?

Em partes

Não dá para afirmar que ingerir bebida alcoólica pode inibir a eficácia dos antibióticos, mas é preciso ter em mente que ingerir bebida alcoólica durante o tratamento com antibióticos pode contribuir para efeitos adversos. O álcool é metabolizado no fígado e o consumo excessivo pode sobrecarregar a capacidade metabólica do órgão, fazendo com que o antibiótico não seja adequadamente absorvido - isso pode provocar a redução da ação dos antibióticos. 6

  1. Pode interromper o uso do antibiótico quando começar a sentir melhora?

Mito

O uso de antibiótico precisa respeitar as orientações prescritas pelo médico. Isso porque se você parar de tomar o antibiótico, as bactérias que ainda estão vivas adquirem resistência. Esses microorganismos possuem a capacidade de se adaptarem ao meio e sofrerem mutações genéticas. Usar antibiótico por conta própria, tomar durante um tempo e/ou em dosagem diferente da receitada pelo médico, pode fazer com que ele não tenha mais efeito contra as bactérias, pois elas já sofreram adaptações para resistir ao antibiótico. 7

  1. Pode comprar antibiótico sem receita médica?

Mito  

Os antibióticos só são vendidos em farmácias e drogarias com apresentação da receita médica em duas vias. Uma via fica retida na farmácia e a outra é devolvida ao paciente. As receitas médicas para venda de antibióticos também apresentam prazo de validade. 8

  1.  Toda infecção bacteriana precisa ser tratada com antibióticos?

Verdade

As infecções bacterianas devem ser tratadas com uso de antibióticos. Isso porque, os antibióticos destroem os microrganismos ou impedem a sua reprodução, facilitando a defesa natural do corpo para eliminá-los. Esses medicamentos são específicos para as infecções bacterianas, sendo ineficazes contra as infecções virais e parasitárias, por exemplo. 9

Os antibióticos revolucionaram a medicina e fazem parte do tratamento de diversas doenças. Ao longo dos anos, esses medicamentos foram usados sem cuidados específicos. Entender o uso do antibiótico e seguir as orientações dos médicos são ações que garantem o efeito eficaz do antibiótico. Além disso, seguir as orientações ajuda na saúde evitando o desenvolvimento de superbactérias.

Quando surgir alguma dúvida sobre o uso dos antibióticos, busque ajuda com os profissionais da área. Esses medicamentos, quando usados corretamente, contribuem para o tratamento. Informe-se e garanta a ação completa dos antibióticos, promovendo melhora na saúde.

 

 

Referências:

  1. GUIMARÃES, Denise Oliveira; MOMESSO, Luciano da Silva; PUPO, Mônica Tallarico. Antibióticos: importância terapêutica e perspectivas para a descoberta e desenvolvimento de novos agentes. Química Nova, v. 33, n. 3, p. 667-679, 2010.
  1. LOUREIRO, Rui João et al. O uso de antibióticos e as resistências bacterianas: breves notas sobre a sua evolução. Revista Portuguesa de saúde pública, v. 34, n. 1, p. 77-84, 2016.
  2. DA REDAÇÃO. Saúde. Só há um antibiótico que estraga os dentes. 2016. Super Interessante. Disponível em:. Acesso em: 29 mar. 2021.
  3. SILVA, Luma Meirelles da Silva; ROCHA, Marcia Rocha. Interações medicamentosas dos anticoncepcionais com outros fármacos. Centro de pós-graduação Oswaldo Cruz, 2013.
  4. ABDO, Sara. Menstruação atrasada? Veja fatores que podem desregular seu ciclo - sem contar a gravidez. 2017. O ESTADO DE S.PAULO. Disponível em:. Acesso em: 29 mar. 2021.

NP-BR-ACA-PSP-210003

ANTERIOR
A dermatite é contagiosa?
PRÓXIMO
Isolamento social e os sintomas de ansiedade e depressão
COMPARTILHE