HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

04/11/2021

A alopecia androgenética, mais conhecida como calvície, é a forma mais comum de queda de cabelo nos homens, afetando até 80% deles.

 

É um quadro crônico e progressivo que acomete indivíduos geneticamente predispostos podendo estar associado à piora da qualidade de vida e à percepção negativa da imagem corporal.

Os sinais iniciais da alopecia androgenética geralmente têm início na adolescência, quando também se inicia o estímulo hormonal, fazendo com que a cada ciclo do cabelo, os fios venham progressivamente mais finos e o couro cabeludo ficando mais visível com o passar do tempo.

Em alguns casos a alopecia androgenética pode se tornar aparente, após algum tempo, por volta dos 40 ou 50 anos. Sendo que a frequência e a gravidade aumentam com a idade.

Esses pacientes apresentam perda progressiva de cabelo com uma distribuição típica. Entre as queixas mais frequentes estão afinamento dos fios, cabelos cada vez mais ralos e o couro cabeludo mais visível, sendo as áreas mais afetadas nos homens  a coroa e a região frontal (“entradas”).

A medicina evoluiu nos últimos anos e atualmete existe tratamento, é possível estacionar o processo e recuperar parte da perda. O início do tratamento precoce se relaciona a melhor resposta terapêutica, por isso ao notar os primeiros sinais da alopecia, procure o médico dermatologista para diagnóstico e início do tratamento adequado.

ANTERIOR
Como identificar a rinite?
PRÓXIMO
Modo de Uso dos Inaladores para Asma
COMPARTILHE