HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

09/06/2021

A dermatite é uma reação da pele decorrente de múltiplos fatores, como alergias, efeitos colaterais de medicamentos, fatores genéticos, agentes externos e até mesmo banhos quentes.

Os sintomas mais comuns são a vermelhidão, coceira, descamação e a formação de pequenas bolhas. Em alguns casos, pode ocorrer sensação de ardência e queimação. Esses sintomas podem aparecer em diversas partes do corpo dependendo do tipo de dermatite apresentada pelo paciente.1

Para saber as formas de desenvolvimento da doença e seu contágio, é preciso conhecer os tipos de dermatites e os principais causadores dessa doença.1

Principais tipos de dermatite e suas características:

Alguns aspectos clínicos classificam os principais tipos de dermatites. Identificar os sintomas contribui para o tratamento futuro, mas é importante lembrar que o diagnóstico e tratamento adequados devem ser feitos por um médico especialista.1

Dermatite Sintomas GSK Viver Mais

Os principais tipos de dermatite são:

Dermatite de contato: também conhecida como dermatite alérgica, é uma resposta inflamatória da pele causada por um agente externo - produto ou objeto - que, ao entrar em contato com a pele, causa irritação ou alergia.2

Dermatite atópica: é uma doença manifestada pelo surgimento de lesões que coçam. As principais causas são fatores genéticos, pele seca, o ambiente e alergia alimentar. Essa dermatite também é associada às pessoas com alergias respiratórias.3

Dermatite seborreica: manifesta-se em regiões ricas em glândulas sebáceas, como o couro cabeludo e o rosto. Essa doença crônica é muito comum em recém-nascidos e em jovens.4

Dermatite numular: mais comum em pacientes idosos, geralmente está associada à pele seca, em particular durante o inverno.5

Dermatite perioral: é uma doença que aparece na região da face, principalmente, ao redor da boca e nariz. Essa dermatite é mais comum em mulheres entre 15 e 45 anos e sua causa ainda não é bem definida, mas pode estar relacionada às alterações da camada da pele.1

Dermatite herpetiforme: uma doença autoimune, provocada pela intolerância ao glúten. Ocorre frequentemente em adultos jovens, mas pode se manifestar em crianças e idosos.6

Dermatite ocre: ocorre pelo mau funcionamento da circulação sanguínea, assim, o sangue fica retido na parte inferior da perna, aumentando a pressão do local.7

As dermatites podem ser crônicas quando os sintomas persistirem por um tempo maior. As mãos e os pés são mais vulneráveis para desenvolver as dermatites crônicas, uma vez que estão em contato frequente com os agentes causadores das dermatites.8


Conhecendo os tipos de dermatite fica mais fácil entender as formas de contágio e quais os possíveis tratamentos. Mas lembre-se: consultar um médico é essencial para o diagnóstico. 

Dermatite passa de pessoa para pessoa?

Nenhuma dermatite é contagiosa. A dúvida ocorre pelo nome dado aos tipos de dermatites e seus sintomas.

Não é possível contrair a dermatite pelo contato, pois ela não é uma doença contagiosa que passa de pessoa para pessoa. O fato de a dermatite se manifestar na pele tende ao pensamento de que ela pode ser transmitida para outras pessoas pelo contato físico, mas isso não ocorre.8

Mesmo não sendo contagiosa, não é indicado tocar nas feridas e lesões, pois corre o risco de contaminar o local com outras bactérias e fungos.9

Além disso, outro ponto que causa confusão é o nome dado para dermatite de contato. O termo “contato” leva ao entendimento que, pelo toque entre as pessoas, seria possível transmitir a dermatite. Mas é só uma nomenclatura para doença, não significando que ela pode contaminar outras pessoas pelo contato físico.8 

Qual o tratamento e prevenção para a dermatite?

É possível tratar a dermatite com o uso de medicamentos, como os antibióticos e corticoides. Alguns médicos receitam também cremes com substâncias próprias para aliviar a coceira.8

Mesmo a dermatite não sendo contagiosa, pequenos cuidados contribuem para sua prevenção. Portanto, evite banhos longos e quentes, dê preferência aos produtos antialérgicos, principalmente, de higiene pessoal.1, 10, 11

Os cuidados diários e as consultas médicas regulares ajudam na prevenção e também no tratamento das dermatites.

As dermatites não podem ser encaradas como uma vergonha ou influenciar na baixa autoestima. Apesar de os sintomas serem expostos e causarem desconforto estético, a doença possui tratamento e fácil prevenção. Buscar ajuda médica, principalmente, quando aparecer algum sintoma na pele, é fundamental.

Consulte um dermatologista, faça exames rotineiramente e mantenha a pele saudável, livre das dermatites.9

  1. Sociedade Brasileira de Dermatologia. A importância da conscientização sobre a dermatite atópica. 2019. Disponível em:<https://www.sbd.org.br/noticias/dermatite-atopica-entenda-a-importancia-da-conscientizacao-sobre-a-doenca/>. Acesso em: 29 mar. 2021.
  2. DUARTE, Ida et al. Dermatite de contato [Contact dermatitis]. An Bras Dermatol, v. 75, n. 5, p. 529-48, 2000.
  3. ALVARENGA, Tassiana M. M.; CALDEIRA, Antônio P.. Qualidade de vida em pacientes pediátricos com dermatite atópica. J. Pediatr. (Rio J.), Porto Alegre, v. 85, n. 5, p. 415-420, out. 2009.
  4. FORMARIZ, Thalita Pedroni et al. Dermatite seborréica: causas, diagnóstico e tratamento. Infarma, v. 16, n. 13/14, p. 77-80, 2005.
  5. BRANDÃO, André Clementino Sanches et al. Eczema Numular. Medicina Laboratorial IV. 4ed. 2016.
  6. LIOGER, Bertrand; MACHET, Marie-Christine; MACHET, Laurent. Dermatite herpetiforme. La Presse Médicale, v. 39, n. 10, p. 1042-1048, 2010.
  7. BATAGINI, Nayara. O que é a dermatite ocre e por que ela aparece? Disponível em:<http://www.dranayarabatagini.com.br/o-que-e-dermatite-ocre-e-por-que-ela-aparece/>. Acesso em: 17 mar. 2021.
  8. GONZALEZ, Mercedes. Considerações gerais sobre a dermatite. 2018. MSD. Disponível em:<https://www.msdmanuals.com/pt/casa/dist%C3%BArbios-da-pele/coceira-e-dermatite/considera%C3%A7%C3%B5es-gerais-sobre-a-dermatite#:~:text=Tratamento,-Cuidados%20de%20apoio&text=O%20tratamento%20de%20dermatite%20depende,ou%20inje%C3%A7%C3%B5es%20de%20certos%20medicamentos>. Acesso em: 17 mar. 2021.
  9. DOURADO, Érica Amarantes Rodrigues. Dermatite pode pegar em outra pessoa? Doctoralia. Disponível em:<https://www.doctoralia.com.br/perguntas-respostas/dermatite-pode-pegar-em-outra-pessoa>. Acesso em: 17 mar. 2021.
  10. PINHEIRO, Chloé. Dossiê banho quente: ele traz prejuízos, mas dá para amenizar a situação. 2019. Veja Saúde. Disponível em:<https://saude.abril.com.br/medicina/dossie-banho-quente-ele-traz-prejuizos-mas-da-para-amenizar-a-situacao/>. Acesso em: 17 mar. 2021.
  11. STEFANELLO, Betina. 3 benefícios de manter a pele do corpo hidratada: entenda porque esse hábito é essencial. 2019. Dermaclub. Disponível em:<https://www.dermaclub.com.br/blog/noticia/3-beneficios-de-manter-a-pele-do-corpo-hidratada-entenda-porque-esse-habito-e-essencial_a7316/1>. Acesso em: 17 mar. 2021.

 

 NP-BR-FLP-PSP-210001

ANTERIOR
Protocolo Clínico Estadual de Diretrizes Terapêuticas da DPOC
PRÓXIMO
Antibióticos: mitos e verdades
COMPARTILHE