HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

09/06/2021

A dermatite é uma reação da pele decorrente de múltiplos fatores, como alergias, efeitos colaterais de medicamentos, fatores genéticos, agentes externos e até mesmo banhos quentes.

Os sintomas mais comuns são a vermelhidão, coceira, descamação e a formação de pequenas bolhas. Em alguns casos, pode ocorrer sensação de ardência e queimação. Esses sintomas podem aparecer em diversas partes do corpo dependendo do tipo de dermatite apresentada pelo paciente. 1

Para saber as formas de desenvolvimento da doença e seu contágio, é preciso conhecer os tipos de dermatites e os principais causadores dessa doença. 1

Principais tipos de dermatite e suas características

Alguns aspectos clínicos classificam os principais tipos de dermatites. Identificar os sintomas contribui para o tratamento futuro, mas é importante lembrar que                                                                                                                                                                                                                                                 o diagnóstico e tratamento adequados devem ser feitos por um médico especialista. 1

Os principais tipos de dermatite são:

Dermatite de contato: também conhecida como dermatite alérgica, é uma resposta inflamatória da pele causada por um agente externo - produto ou objeto - que, ao entrar em contato com a pele, causa irritação ou alergia. 2

Dermatite atópica: é uma doença manifestada pelo surgimento de lesões que coçam. As principais causas são fatores genéticos, pele seca, o ambiente e alergia alimentar. Essa dermatite também é associada às pessoas com alergias respiratórias. 3

Dermatite seborreica: manifesta-se em regiões ricas em glândulas sebáceas, como o couro cabeludo e o rosto. Essa doença crônica é muito comum em recém-nascidos e em jovens. 4

Dermatite numular: mais comum em pacientes idosos, geralmente está associada à pele seca, em particular durante o inverno. 5

Dermatite perioral: é uma doença que aparece na região da face, principalmente, ao redor da boca e nariz. Essa dermatite é mais comum em mulheres entre 15 e 45 anos e sua causa ainda não é bem definida, mas pode estar relacionada às alterações da camada da pele. 1

Dermatite herpetiforme: uma doença autoimune, provocada pela intolerância ao glúten. Ocorre frequentemente em adultos jovens, mas pode se manifestar em crianças e idosos. 6

Dermatite ocre: ocorre pelo mau funcionamento da circulação sanguínea, assim, o sangue fica retido na parte inferior da perna, aumentando a pressão do local. 7

As dermatites podem ser crônicas quando os sintomas persistirem por um tempo maior. As mãos e os pés são mais vulneráveis para desenvolver as dermatites crônicas, uma vez que estão em contato frequente com os agentes causadores das dermatites. 8

Conhecendo os tipos de dermatite fica mais fácil entender as formas de contágio e quais os possíveis tratamentos. Mas lembre-se: consultar um médico é essencial para o diagnóstico. 

Dermatite passa de pessoa para pessoa?

Nenhuma dermatite é contagiosa. A dúvida ocorre pelo nome dado aos tipos de dermatites e seus sintomas.

Não é possível contrair a dermatite pelo contato, pois ela não é uma doença contagiosa que passa de pessoa para pessoa. O fato de a dermatite se manifestar na pele tende ao pensamento de que ela pode ser transmitida para outras pessoas pelo contato físico, mas isso não ocorre. 8

Mesmo não sendo contagiosa, não é indicado tocar nas feridas e lesões, pois corre o risco de contaminar o local com outras bactérias e fungos. 9

Além disso, outro ponto que causa confusão é o nome dado para dermatite de contato. O termo “contato” leva ao entendimento que, pelo toque entre as pessoas, seria possível transmitir a dermatite. Mas é só uma nomenclatura para doença, não significando que ela pode contaminar outras pessoas pelo contato físico. 8 

Qual o tratamento e prevenção para a dermatite?

É possível tratar a dermatite com o uso de medicamentos, como os antibióticos e corticoides. Alguns médicos receitam também cremes com substâncias próprias para aliviar a coceira. 8

Mesmo a dermatite não sendo contagiosa, pequenos cuidados contribuem para sua prevenção. Portanto, evite banhos longos e quentes, dê preferência aos produtos antialérgicos, principalmente, de higiene pessoal. 1, 10, 11

Os cuidados diários e as consultas médicas regulares ajudam na prevenção e também no tratamento das dermatites.

As dermatites não podem ser encaradas como uma vergonha ou influenciar na baixa autoestima. Apesar de os sintomas serem expostos e causarem desconforto estético, a doença possui tratamento e fácil prevenção. Buscar ajuda médica, principalmente, quando aparecer algum sintoma na pele, é fundamental.

Consulte um dermatologista, faça exames rotineiramente e mantenha a pele saudável, livre das dermatites. 9

Referências:

  1. Sociedade Brasileira de Dermatologia. A importância da conscientização sobre a dermatite atópica. 2019. Disponível em:. Acesso em: 29 mar. 2021.
  1. DUARTE, Ida et al. Dermatite de contato [Contact dermatitis]. An Bras Dermatol, v. 75, n. 5, p. 529-48, 2000.
  2. ALVARENGA, Tassiana M. M.; CALDEIRA, Antônio P.. Qualidade de vida em pacientes pediátricos com dermatite atópica. J. Pediatr. (Rio J.), Porto Alegre, v. 85, n. 5, p. 415-420, out. 2009.
  3. FORMARIZ, Thalita Pedroni et al. Dermatite seborréica: causas, diagnóstico e tratamento. Infarma, v. 16, n. 13/14, p. 77-80, 2005.
  4. BRANDÃO, André Clementino Sanches et al. Eczema Numular. Medicina Laboratorial IV. 4ed. 2016.
  5. LIOGER, Bertrand; MACHET, Marie-Christine; MACHET, Laurent. Dermatite herpetiforme. La Presse Médicale, v. 39, n. 10, p. 1042-1048, 2010.
  6. BATAGINI, Nayara. O que é a dermatite ocre e por que ela aparece? Disponível em: http://www.dranayarabatagini.com.br/o-que-e-dermatite-ocre-e-por-que-ela-aparece/. Acesso em: 17 mar. 2021.
  7. GONZALEZ, Mercedes. Considerações gerais sobre a dermatite. 2018. MSD. Disponível em:. Acesso em: 17 mar. 2021.
  8. DOURADO, Érica Amarantes Rodrigues. Dermatite pode pegar em outra pessoa? Doctoralia. Disponível em:. Acesso em: 17 mar. 2021.
  9. PINHEIRO, Chloé. Dossiê banho quente: ele traz prejuízos, mas dá para amenizar a situação. 2019. Veja Saúde. Disponível em:. Acesso em: 17 mar. 2021.
  10. STEFANELLO, Betina. 3 benefícios de manter a pele do corpo hidratada: entenda porque esse hábito é essencial. 2019. Dermaclub. Disponível em:. Acesso em: 17 mar. 2021.

 

 NP-BR-FLP-PSP-210001

ANTERIOR
Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas da DPOC em São Paulo
PRÓXIMO
Antibióticos: mitos e verdades
COMPARTILHE