HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE          
  LOGIN | CADASTRO

11/02/2022

O diagnóstico correto e realizado aos primeiros sinais de calvície podem proporcionar melhores resultados no tratamento da queda de cabelo. Entenda!

O cabelo tem função estética e influencia diretamente na socialização, padrões de moda e autoestima das pessoas. Muito mais que isso, os fios também protegem a pele do sol e de possíveis atritos.1

Pensando nesses fatores, a alopecia androgenética, também conhecida como calvície, é uma doença que pode afetar a autoestima e pode causar preocupação nas pessoas.1,2,3

Podendo ser provocada por fatores genéticos e hormonais, a calvície se caracteriza pelo afinamento lento e gradual dos fios, resultando em uma possível perda do cabelo a longo prazo.

Isso ocorre porque a doença altera o funcionamento dos folículos (bulbos) capilares. Esse folículo é a estrutura que produz e faz crescer um fio de cabelo.2,3

A doença é crônica e está relacionada ao hormônio masculino testosterona. A intensidade e frequência da queda varia muito de organismo para organismo. Somente o médico pode fazer uma avaliação adequada da alopecia. Atualmente, existem diversas formas de tratamento da calvície.2,3

Como funciona o tratamento?

A alopecia androgenética se inicia na adolescência, com o surgimento de estímulos hormonais que, lentamente, afetam o ciclo de crescimento do cabelo. Por isso, os sinais de afinamento e queda de cabelo podem se manifestar apenas na idade adulta, após algum tempo.2

É por volta dos 40 ou 50 anos que os sintomas ficam mais perceptíveis, porém, o paciente pode buscar suporte médico logo quando surgem os primeiros sinais de queda e/ou rarefação do cabelo.2

A principal vantagem do tratamento é, exatamente, evitar que alguns folículos se danifiquem a ponto de tornar a recuperação muito difícil.2,3

O que é ciclo de crescimento do cabelo?

Para entender o processo da queda de cabelo, é importante ter noção das fases de crescimento dos fios. O ciclo do cabelo é formado por 3 fases:

  • Anágena: responsável pelo crescimento, essa é a fase em que os folículos têm atividade intensa.
  • Catágena: nessa fase, os fios param de crescer e se deterioram.
  • Telógena: cerca de 10% dos fios se preparam para cair e iniciar um novo ciclo.3,4

Alterações no funcionamento desse ciclo podem comprometer o desenvolvimento do fio e levar a uma queda de cabelo mais intensa.2,3,4

O conteúdo desse texto tem caráter informativo. Para saber mais detalhes, tirar dúvidas e obter um diagnóstico seguro, procure um médico. Cuide da sua autoestima, saúde e bem-estar!

NP-BR-DUT-PSP-220001

    1. SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Conheça os cabelos. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/cuidados/conheca-os-cabelos/>. Acesso em 06 jan. de 2022.
    2. SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Alopecia Androgenética. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/doencas/alopecia-androgenetica/>. Acesso em 06 jan. de 2022.
    3. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Alopecia (queda de cabelos, calvície). 2020. Disponível em: <https://bvsms.saude.gov.br/alopecia-queda-de-cabelos/>. Acesso em 06 jan. de 2022.
    4. SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA SEÇÃO RS. Queda de cabelos. Disponível em: <https://sbdrs.org.br/queda-de-cabelos/>. Acesso em 06 jan. de 2022.
    5. SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA REGIONAL RIO DE JANEIRO. Vamos falar sobre a calvície feminina? Disponível em: <https://sbdrj.org.br/vamos-falar-sobre-a-calvicie-feminina/>. Acesso em 06 jan. de 2022.
ANTERIOR
Como identificar a alopecia androgenética?
PRÓXIMO
Qual é o jeito certo de proteger a pele no verão?
COMPARTILHE