HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

01/10/2021

Os antibióticos são substâncias capazes de eliminar ou impedir a multiplicação de bactérias, por isso são usados no tratamento das infecções bacterianas. Esses medicamentos podem ser de origem natural ou sintéticos, sendo disponibilizados em xaropes, comprimidos, cápsulas, pomadas, entre outros.1

A descoberta dos antibióticos revolucionou a história da medicina, uma vez que o medicamento já faz parte do tratamento de diversas doenças, garantindo benefícios para a saúde.1

Entretanto, o uso indiscriminado de antibióticos vem fazendo com que as bactérias se tornem resistentes aos tratamentos, gerando um grave problema em todo o mundo. Vale lembrar que somente médicos e cirurgiões-dentistas podem indicar tratamentos à base de antibióticos.2

Hoje, vários antibióticos estão disponíveis no mercado com indicações específicas para cada doença.

Quais os tipos de antibióticos e como eles agem?

Os antibióticos inibem o desenvolvimento de agentes causadores das doenças e, conforme o método de ação, são classificados em dois grupos:

Bactericidas: são aqueles que agem causando a morte ou algum dano para a bactéria. Esses mecanismos de ação podem inibir a replicação do DNA e,  consequentemente, impedir o desenvolvimento da bactéria.3

Bacteriostáticos: são responsáveis por bloquear o crescimento da bactéria. Esses medicamentos inibem o crescimento e a reprodução bacteriana sem provocar sua morte imediata, tendo um efeito reversível com a interrupção do antibiótico.3

Considerando esses mecanismos de ação, os antibióticos são capazes de proporcionar diversos benefícios para a saúde humana.

Doenças tratadas com antibióticos

O principal objetivo do uso de antibiótico é prevenir ou tratar uma infecção, diminuindo ou eliminando os organismos responsáveis pela doença e, se possível, preservar a microbiota normal do corpo. 1,2

Para isso, médicos precisam conhecer as bactérias que atacam o organismo e seu modo de ação, para então, receitar os antibióticos específicos para a doença.4

Diversas infecções bacterianas são tratadas com antibióticos, entre elas:

  • Sífilis;
  • Sinusite;
  • Meningite;
  • Gonorreia;
  • Pneumonia;
  • Hanseníase;
  • Amigdalites;
  • Tuberculose;
  • Infecção urinária.4

É importante ficar atento, pois todos os antibióticos devem ser tomados conforme as indicações dadas pelo médico, respeitando a duração, dosagem e periodicidade, mesmo quando são verificadas melhoras. Os horários das doses também devem ser sempre respeitados, para garantir que o tratamento tenha o efeito esperado. 4

Essa atitude contribui para a saúde e sucesso terapêutico, reduzindo o desenvolvimento de superbactérias.2

Tenha benefícios com o uso de antibióticos. Verifique com seu médico os medicamentos apropriados para a sua saúde e consulte um especialista sempre que sentir algum sintoma.

Referências:

  1. GUIMARÃES, Denise Oliveira; MOMESSO, Luciano da Silva; PUPO, Mônica Tallarico. Antibióticos: importância terapêutica e perspectivas para a descoberta e desenvolvimento de novos agentes. Química Nova, v. 33, n. 3, p. 667-679, 2010.
  2. DA SILVA MARTINS, Graziella et al. Uso indiscriminado de antibióticos pela população de São José do Calçado (ES) e o perigo das superbactérias. Acta Biomedica Brasiliensia, v. 6, n. 2, p. 84-96, 2015.
  3. OLIVEIRA, Edilberto Antonio de Souza. Antibióticos que atuam como antibacterianos. Apostila de Famacologia, n. 5, 2011.
  4. MELO, Vivianne Vieira de Melo; DUARTE, Izabel de Paula; QUEIROZ, Amanda. Guia Antimicrobianos. Universidade Federal de Goiás. 1.ed. - Goiânia, 2012.

NP-BR-ACA-PSP-210002

Países permitidos a veiculação do conteúdo: Brasil

ANTERIOR
O bullying e a depressão infantil estão relacionados?
PRÓXIMO
Asma e rinite: saiba diferenciar cada uma
COMPARTILHE