HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE PERGUNTE AO ESPECIALISTA LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

06/04/2021

 

 

A enxaqueca é um tipo de dor de cabeça causada por uma doença que afeta o sistema nervoso e o sistema muscular do cérebro. Confundida muitas vezes com uma simples dor de cabeça, chamada de cefaleia, a enxaqueca apresenta outros sintomas e merece atenção redobrada.1,2

O que pode causar a enxaqueca?

A enxaqueca pode ser uma consequência causada pela dor de cabeça constante, sendo assim, ela pode possuir os mesmos gatilhos que a cefaleia comum. 1,2

São vários os possíveis responsáveis pela enxaqueca, por isso, é preciso ter atenção em todos os detalhes e em cada sinal que o corpo dá para poder entender a fundo o que tem gerado o quadro da doença.1,2

Além disso, por ser considerada efetivamente uma doença, a enxaqueca também pode ser provocada pela hereditariedade. Ou seja, pessoas que possuem quadros na família apresentam mais chances de desenvolvê-la.1,2

Conhecendo os principais sintomas da enxaqueca

 

O principal sintoma da enxaqueca é a dor de cabeça forte, que pode persistir por dias. Essa dor afeta a cabeça de forma pulsante e unilateral, ou seja, somente em um dos lados da cabeça. Diferente da dor de cabeça esporádica, aquela que aparece somente quando há contato com algum gatilho, a enxaqueca aparece com maior frequência, interferindo nas atividades do dia a dia.1,2

Com a dor de cabeça, outros sintomas como náuseas, enjoo, tontura, aversão à luz e sons também podem surgir, como reflexo da área do cérebro atingida pela doença.1,2

Tratamento adequado reduz a recorrência das crises e alivia os sintomas

Como a enxaqueca é uma doença que afeta o cérebro, é essencial que o paciente procure um neurologista para realizar exames e receber o diagnóstico. Com o diagnóstico feito, o médico indicará o tratamento adequado para evitar as crises e diminuir a dor.1,2

Para isso, é fundamental que o paciente siga corretamente o tratamento e faça o uso dos remédios prescritos, nas dosagens e períodos estabelecidos pelo médico especialista.1,2

Outro fator fundamental para a eficácia do tratamento é evitar os responsáveis pela dor de cabeça e adotar hábitos mais saudáveis, como: uma alimentação equilibrada, prática de exercícios físicos, atividades de relaxamento e uma boa qualidade do sono. Estes são essenciais para o alívio das fortes dores causadas pela enxaqueca.1,2

Para ter uma vida melhor, faça o tratamento para enxaqueca

Os benefícios do tratamento da enxaqueca vão além do alívio da dor de cabeça. Pessoas que sofrem com a doença têm maior probabilidade de ter um AVC (Acidente Vascular Cerebral), sendo assim, toda atenção é fundamental no combate a enxaqueca.1,2

Caso perceba que os sintomas estão se agravando ou tornando-se mais frequentes, sem sinais de alívio mesmo fazendo o tratamento, comunique o seu médico. Assim, ele poderá ajudar a entender o que está impedindo o bem-estar e quais os próximos passos a serem dados para aliviar os sintomas e garantir uma melhor qualidade de vida.1,2

A dor de cabeça não precisa ser um acompanhante recorrente na vida das pessoas. É possível viver sem sofrer com os sintomas e as crises de enxaqueca. Por isso, faça bom uso do conjunto: consultas ao neurologista, hábitos de vida saudáveis e tratamento contínuo. Os benefícios serão notados rapidamente e você poderá aproveitar a vida de forma mais saudável e tranquila.

 

 

NP-BR-SMT-PSP-210001

 

Referências:

  1. Hospital Sírio-Libanês. Enxaqueca - sintomas, diagnóstico e tratamento. Disponível em: <https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/sua-saude/Paginas/dores-lado-cabeca-flashes-luz-podem-enxaqueca.aspx>. Acesso em: 07 de Julho de 2020.
  2. Hospital Albert Einstein. Enxaqueca. Disponível em: <https://www.einstein.br/doencas-sintomas/enxaqueca>. Acesso em: 07 de Julho de 2020.
ANTERIOR
Infecções Respiratórias: o mal que volta a preocupar o mundo
COMPARTILHE