HOME O PROGRAMA QUALIDADE DE VIDA MINHA SAÚDE LOCALIZADOR DE FARMÁCIAS PERGUNTAS E RESPOSTAS   COMPARTILHE        
  LOGIN | CADASTRO

16/04/2019

CUIDADOS DA PESSOA TABAGISTA

 

O tabagismo é o fator de risco mais importante para o desenvolvimento da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), além de predispor a outras doenças respiratórias.¹

A função pulmonar normalmente decresce com a idade a partir da fase adulta jovem, mas os fumantes apresentam um declínio anual mais acentuado. A cessação do tabagismo reduz significativamente a tendência de declínio da função pulmonar, independentemente do estágio da doença, quando comparada aos que continuam fumando.¹

Recentemente, estimou-se que a prevalência de fumantes na população brasileira com 18 anos ou mais varie entre 11,3% e 14,7%, com maior prevalência de tabagistas do sexo masculino.¹

Em 2008, o tabaco foi responsável por 13% do total de mortes no Brasil, reduzindo a expectativa de vida do brasileiro fumante em cinco anos em relação ao não fumante.¹

Em um estudo realizado no Reino Unido, constatou-se que o ato de parar de fumar, mesmo numa idade mais avançada, aumenta a expectativa de vida da pessoa. Os fumantes que interromperam o processo aos 60 anos conquistaram pelo menos 3 anos de vida adicionais na expectativa de vida; aqueles que interromperam o tabagismo aos 50 anos ganharam 6 anos; e os que o fizeram aos 40 obtiveram cerca de 9 anos adicionais. Os que pararam antes da meia-idade ganharam aproximadamente dez anos de vida e tiveram curvas de sobrevida semelhantes às de pessoas que nunca fumaram.¹

Além da importante redução no risco relacionado às doenças crônicas, há outros benefícios relevantes com a cessação do tabagismo:¹

 

Para mais informações, consulte seu médico.

BR/CPD/0036/18  

 

  1. BRASIL. Ministério da Saúde. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: o cuidado com a pessoa. Brasília: Ministério da Saúde, 2015. 153 p. Cadernos de atenção básica, nº 40. Disponível em: . Acesso em: 10 maio 2018.
ANTERIOR
Os benefícios e malefícios do chocolate
PRÓXIMO
Amigdalite
COMPARTILHE